Teatro de regresso a Justes


A comissão organizadora da Festa em Honra de Santa Maria Madalena em 2017, reavivou a tradição do teatro em Justes no passado sábado onde cerca de uma centena de espectadores assistiram à peça “A Herança” do Grupo de Teatro da Associação Vale d’Ouro, no salão dos Bombeiros Voluntários locais. 
O teatro sempre teve ao longo dos anos uma tradição muito forte nesta localidade do concelho de Vila Real. Contudo, num passado mais recente, essa tradição foi-se desvanecendo. Além de contribuir para a organização da Festa em Honra de Santa Maria Madalena, no próximo ano, a comissão organizadora pretendeu mostrar que é possível que o teatro volte a Justes. Para o efeito convidou o grupo de teatro da Associação Vale d’Ouro a apresentar o seu mais recente trabalho: “A Herança”, uma adaptação de um texto original de Ricardo Marques.

Os espectadores que este sábado resistiram ao frio de outono e alguma chuva deslocando-se ao Salão dos Bombeiros assistiram à hilariante história do Dr. Alberto recentemente falecido, mas a quem familiares, amigos e funcionários cobiçam uma herança. Pelo caminho descobrem-se as diversas tropelias e esquemas que envolvem todos os personagens da trama.

Este é já o oitavo trabalho do Grupo de Teatro da Associação Vale d’Ouro que desde 2008 tem produzido regularmente peças de teatro e é sobretudo composto por jovens da vila do Pinhão sob direção técnica da Prof. Fernanda Sousa.

O grande envolvimento da comunidade de Justes nesta iniciativa a que a Associação Vale d’Ouro se juntou foi o aspeto mais relevante de uma noite em que o teatro voltou a subir ao palco desta localidade.

 



15 outubro 2016